segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011



Quero asas de borboleta azul,
para que eu encontre
o caminho do vento, o caminho da noite,
a janela do tempo, o caminho de mim.

-Roseana Murray-