quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011


Mas chegará o instante em que me darás a mão,
não mais por solidão, mas como agora: Por amor.

-Clarice Lispector -